Browsing All Posts filed under »Literatura«

DUALIDADE

março 13, 2011

1

Enquanto o corpo repousa, Inerte, largado sobre a cama, A mente errante, planeja livra-se Nas ondas do som de uma música Transporta-se para longe e vagueia sem rumo Plana na imaginação e no sonho Leveza e peso, sono e despertar, desejo e obrigação Dualidade da vida, dualidade do ser, dualidade…. Ana Cristina Fernandes 13/03/2011 Anúncios

Reflexão sem razão

novembro 2, 2010

0

Melancolia, tristeza, desolação, dó Opressão no peito, razão imprecisa Ciência, consciência, dor… Esperança que resiste e se infiltra Rompe a espessa camada Cinza, como a melancolia. Dias passam, noites insones se vão. Compreender nem sempre é a solução. Fé, Amor, Esperança, Vida… Renascer das cinzas como uma fênix Ressurgir para a vida, com a luz […]

Força íntima, onde estás?

outubro 20, 2010

1

Ana Cristina Fernandes 19/06/2000 Esvai-se de mim a energia vital Meu corpo clama pelo repouso total Minha mente trama; sinto-me mal. No entanto, eu não estou sendo natural. O espírito rebela-se, quer entender. Uma nevoa embota-me o pensamento Abate meu ânimo e pesam-me os membros Apesar de tudo, pulsa em meu íntimo e quer crescer. […]

Como vai a sua vida?

outubro 7, 2010

1

Longe, de alma e corpo. Perto, em espírito e emoção. Contrastes, semelhanças, esperança, como conciliar as diferenças? Angustia, esperança, perseverança. O interior borbulhante e impotente. O exterior apático e limitante. Como superar as dificuldades? Vida, amor, desejos e decepções. Correr em busca de segurança. Parar esperando o paraquedas que não vem. Como podemos achar sem […]

Cheiro de Terra Molhada

outubro 1, 2010

0

Cai chuva, chuva cai no asfalto quente, na terra seca, sobe um odor indefinível de terra molhada. Quisera, os sertanejos, pudessem agora sentir esse cheiro gostoso que eu sinto aqui … Cai novamente a chuva, mas o cheiro da terra é diferente o vento lhe dá um cheiro fresco a beleza do momento é comovente. […]

De repente… entre as nossas mãos

setembro 19, 2010

2

DE REPENTE… ENTRE AS NOSSAS MÃOS De repente a vida se escoa entre as nossas mãos. Um pequeno ser prostrado em um leito, luta pela vida, que muitos não dão o verdadeiro e real valor. De repente nos vem à tona a vida mais vivida de alguém que amamos, e novamente nós vemos… que a […]

REFLETIR

setembro 5, 2010

4

REFLETIR Refletir nos faz sonhar, mas muitos fogem da reflexão talvez por nos mostrarmos por dentro, talvez por não gostarmos do que vemos. Refletir faz bem a vida é nosso balanço ocasional. Não desculpar situações, e sim, enfrentar nossas ilusões. Refletir é a realidade nua e crua, despir a máscara completamente ser diferente, é assumir […]